Adriana Varejão é uma das mais celébres artistas plásticas contemporâneas brasileira.

A artista nasceu no Rio de Janeiro em novembro de 1964.

Em 1983 Adriana deu os seus primeiros passos no universo das artes plásticas, tendo feito uma série de cursos livres na Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Durante esse período montou o seu primeiro ateliê, no Horto (zona sul do Rio de Janeiro).

Dois anos mais tarde viajou para Nova Iorque onde teve contato com grandes pintores que influenciaram a sua obra.

Em 1986 venceu o primeiro de muitos prêmios – Adriana Varejão recebeu o Prêmio Aquisição do 9º Salão Nacional de Artes Plásticas da Funarte (RJ).

Em 1988, já reconhecida no Brasil, participou da mostra Brasil Já, realizada no Museu Morsbroich em Leverkusen (Alemanha).

Interessada em cultura oriental, em 1992 Adriana Varejão passou três meses na China, trabalhando.

O resultado dessa viagem gerou a exposição Terra Incógnita, realizada na Galeria Luisa Strina (São Paulo).

Curiosa também pela cultura produzida no nordeste do Brasil, Adriana Varejão fez parte de uma residência artística no Instituto Goethe em Maceió em 1993.

Partindo de Maceió, a artista viajou para estados vizinhos e pesquisou especialmente elementos da arte sacra e artesanato local.

Reconhecida internacionalmente, é possível encontrar peças de Adriana Varejão em museus importantes como o Tate Modern (Londres), o Guggenheim (Nova Iorque) e o Tokyo’s Hara Museum.

No Brasil as suas peças mais famosas estão expostas no Centro Inhotim de Arte Contemporânea (Minas Gerais).

Aplausos, Adriana Varejão