Estrada longa e breve

Louca vida de delírios alucinantes

Monotonia do correto…

 

Bailarina de passos trocados

Às vezes, abismo profundo

Outras, fogo, desejo e luz…

 

Muitos versos se passaram

Entre muitas caras e falas

Amor, paixão, vida e morte…

 

Verdades inventadas

Mentiras sinceras

E mais e mais, verões virão…

 

Vida que passa simples na essência

E complexa no decorrer dos fatos

Até a última cena e o adeus final.

 

Por Miriam Rey

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn