Mais um atentado terrorista que fez vítimas inocentes na Alemanha, até quando vamos viver o medo de sermos mortos ? Destino ou fatalidade, não importa, o ser humano chegou a um nível de violência e vingança, inumana.

Dois tiroteios registados na noite de quarta-feira em Hanau, provocaram a morte de nove pessoas. Triste !

Os tiroteios ocorreram em dois bares de fumadores de shisha, o primeiro no centro de Hanau -- a cerca de 20 quilometros de Frankfurt, e o outro numa zona próxima da cidade.

O suspeito fugiu mas foi encontrado na mesma noite, morto na sua casa, ao lado do corpo da sua mãe, de 72 anos, segundo o Ministro do Interior do Estado de Hesse, Peter Beuth. Tanto o suspeito como a mãe tinham ferimentos de balas.

A Procuradoria Federal Alemã considerou que as ações tiveram "motivação xenófoba", indicando que o ataque em cafés frequentados por cidadãos do Médio Oriente pode ter sido levado a cabo por um extremista de direita.

Entretanto, a Ministra da Justiça, Christine Lambrecht, prometeu que o Governo "vai examinar cuidadosamente" como os "extremistas" têm acesso legal a posse de armas, como foi o caso do agressor de Hanau.

Para a Ministra, a violência da extrema-direita representa atualmente "o principal perigo" para a democracia alemã, não apenas pela quantidade de suspeitos, mas também pela "intensidade" da sua determinação.

O chefe da Polícia Criminal Alemã, Holger Münch, alertou, para a dificuldade que é detectar atacantes que agem sozinhos, como parece ter sido o caso de Tobias R. - o responsável pelos tiroteios de Hanau.

O Ministro Alemão do Interior anunciou que as autoridades vão reforçar a vigilância em locais mais suscetíveis, como mesquitas e aeroportos.

A situação dos atentados é de difícil resolução, nunca podemos saber se o inimigo mora ao lado.

Por Miriam Rey

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn