A Suíça é um país pequeno em extenção e número da população, mas é um dos países mais ricos e evoluídos em todos os setores do mundo.

Por isso, depois de 20 casos detectados no território, até hoje, o governo suíço lançou as informações e prevenções para que a epidemia seja controlada.

A população se questiona sobre o Covid-19, como evidenciado pelo número de chamadas para a linha de informações. Aqui estão as principais dicas, recomendações e informações oficiais.

A linha de informações sobre coronavírus do Escritório Federal de Saúde Pública está aberta todos os dias, 24 horas :

- Telefone 058 463 00 00.

- Informações específicas para viajantes também podem ser encontradas no site

http://www.safetravel.ch

Medidas preventivas

A campanha "Veja como nos proteger" vai do nível amarelo ao vermelho e adiciona regras de conduta contra o coronavírus :

- Lave bem as mãos várias vezes ao dia;

- Tussa e espirre em um lenço de papel ou na dobra do cotovelo ;

- Em caso de febre e tosse, fique em casa ;

- Jogue lenços usados ​​em uma lixeira fechada ;

- Evite apertos de mão ;

- Sempre ligue antes de ir ao médico ou ao pronto-socorro ;

Se você esteve em contato próximo (menos de 2 metros, por mais de 15 minutos) com uma pessoa cuja infecção pelo novo coronavírus foi confirmada, você deve ficar em casa, evitar o contato com outras pessoas o máximo possível e, imediatamente chame um médico ou hospital.

Manifestações e eventos

 - Eventos públicos e privados na Suíça com mais de 1000 pessoas estão proibidos até 15 de março de 2020. Os cantões devem aplicar esta proibição e verificar se é observada.

- Se um evento público ou privado tiver menos de 1000 pessoas, os organizadores devem avaliar os riscos em colaboração com a autoridade cantonal competente. Os cantões podem decidir sobre a proibição da manifestação.

- Empresas com mais ou menos de 1000 funcionário :

- Empresas privadas podem oferecer medidas adicionais para seus funcionários. Por exemplo, o teletrabalho pode ser incentivado e as reuniões podem ser minimizadas ou substituídas por teleconferências.

- Pessoas em contato próximo com pessoas doentes podem ser identificadas e as empresas podem aplicar mais facilmente as regras de higiene e conduta.

- Outros lugares que reúnem muitas pessoas: transporte público, supermercados, escolas, cinemas, universidades, atualmente, não há restrições para esses lugares.

Sintomas, diagnóstico e tratamento

Os sintomas mais comuns são : febre, tosse e dificuldade em respirar. Esses sintomas podem ser de gravidade variável. Também são possíveis complicações semelhantes à pneumonia. Sintomas digestivos e oculares (conjuntivite) também foram observados em alguns pacientes.

Como detectar uma infecção?

Qualquer suspeita de infecção pelo novo coronavírus deve ser esclarecida por um médico. Para isso, o paciente é questionado sobre as viagens que realizou, seus contatos e os sintomas que apresentam (febre, tosse ou dificuldades respiratórias).

Somente uma análise laboratorial pode confirmar definitivamente um diagnóstico. No caso de resultados positivos, a pessoa doente é isolada de acordo com as instruções do serviço do médico cantonal.

Como é tratada a infecção?

 Até o momento, não há tratamento para infecções causadas por coronavírus. As possibilidades terapêuticas são limitadas ao tratamento dos sintomas. Os doentes são isolados para proteger outras pessoas.

No caso de uma infecção grave, são necessários cuidados médicos intensivos e, em certas circunstâncias, assistência respiratória artificial.

Melhor prevenir do que remediar!

Por Miriam Rey

 

 

 

 

 

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn