54364846 10219593705092059 7952407036904341504 nO jornal Hebdolatino esteve presente no Festival du film et forum International sur les droits humains, que aconteceu em Genebra do dia 08 ao 17 de março, em várias salas e cinemas da cidade.

O filme The Edge of Democracy - Le Brésil au bord du grouffre (O Brasil à beira do precipício), da realizadora Petra Costa, conta a trajetória política desde a ditadura militar até os dias de hoje.

Realmente, o poder passa de mão em mão dos mesmos de sempre, o povo é manipulado e segue a massa. As injustiças no sistema judiciário brasileiro são evidentes, a corrupção e a ânsia de ganhar muito dinheiro pelos políticos passa acima de qualquer ética. Somos ovelhas seguindo a "bola da vez", que dita regras e comportamentos contrários da verdadeira democracia, do equilíbrio social e da plena consciência da cidadania. Até quando ?

O Brasil passou por uma Ditadura Militar por 21 anos (1964-1985), nesses anos todos teve 6 mandatos militares e instituiu 16 atos institucionais – mecanismos legais que se sobrepunham à constituição. Nesse período houve restrição à liberdade, repressão aos opositores do regime e censura. Uma época tensa para a sociedade brasileira.

O filme The Edge of Democracy é uma obra universal e extremamente engajada. Mistura a política, as intimidades do poder, documentários, cenas do passado e presente, videos e testemunha 45 anos de história dos movimentos políticos brasileiro.

the edge of democracy still 1 46014929962 o h 2019O Brasil passou a ser uma democracia em 1985. Alguns anos depois, o operário siderúrgico e ex-guerrilheiro contra a ditadura radical que se instalou no país, Luis Inácio da Silva – Lula, assumiu a presidência do país e mais tarde a ex-guerrilheira Dilma Russef. Os dois lutaram firmemente pelos direitos humanos e pela liberdade

Vinte milhões de brasileiros nessa época, saíram da extrema miséria e o Brasil se afirmou como super potência.

Infelizmente a corrupção sempre presente nos laudos da nossa história, continuou a gangrenar o país.

A sequência do filme mostra o impeachment da Presidente Dilma, as mazelas do poder, a influência dos meios de comunicação e dos políticos para manipular o sistema e condenar legalmente por « pedalada fiscal » a presidente, que saiu pela porta dos fundos.

A Operação Lava Jato do juíz Sérgio Moro e as delações premiadas de empreiteiras e políticos sobre a enorme corrupção da Petrobras, fez com que cabeças rolassem, mas cada uma tentanto salvar o corpo, foi mostrada de uma forma bem dentro da verdade, quase omitida pela mídia.

54523269 10219593706092084 2564944655170928640 n

As cenas da prisão do ex-presidente Lula, condenado há 12 anos de cárcere fechado, acusado de corrupção em relação ao apartamento triplex, sem provas concretas, mostrando que a justiça sempre falha no país onde tudo pode. O Movimento Lula Livre que sacode o sistema, que tem medo de Lula entrar novamente em cena.

E finalmente a eleição do atual presidente Jair Bolsonaro, a virada radical da direita, o populismo, a manipulação através da imprensa, de fake news e a falta de confiança do povo no Partido dos Trabalhadores (PT), envolvido em corupção, fez que Bolsonaro assumisse o cargo máximo da nação. Ele foi apoiado por três Bs, Boi. Bíblia e Bala, ou seja, o poderoso agro negócio, a bancada evangélica, e as armas. O povo seguiu como ovelha o eco de revolta emitido por vozes mais potentes.

Graças a um acesso inédito de milhares de horas de arquivos, o filme mostra os escândalos políticos e a corrupção generalizada, que traça um perfil de Tragédia Grega, de ideologias podres, de esperanças enormes e tragédias coletivas de um paraíso perdido.

53687146 10219593704612047 6500843798937993216 n

53817077 10219538849840712 2372834027901026304 n

Por Miriam Rey

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn