Espace Solidaire Pâquis

Todos nós imigrantes quando chegamos a um país altamente democrático e onde as ajudas do governo são prioridades, nos sentimos protegidos e visualizamos um futuro bem melhor que no país de origem.

Foi assim que me senti quando toquei o solo da Suíça, um pouco perdida nos primeiros dias, mas depois a esperança tomou conta do meu desejo de crescer.

Genebra é uma cidade multiracial, temos 180 nacionalidades diferentes, sede de várias instituições internacionais, entre elas, a ONU. Convivemos pacificamente e com um certo conforto, indispensável no sobreviver básico. Admiro a eficiência da política Suíça.

Comer todos os dias, morar, ter assistência médica, psicológica, educacional e nos sentirmos importantes dentro da sociedade, são elementos que dispomos morando aqui.

A cidade de Genebra ajuda aos desfavorecidos, aqueles que estão ou chegam em uma situação de precariedade. São vários endereços pelos quais o socorro vem até nós.

A cidade oferece um acolho durante o dia, refeições gratuítas e acompanhamento social. Dois clubes sociais estão disponíveis para aqueles cujas as condições materiais, econômicas ou psicológicas estão em perigo. O Club Social da Rive Gauche e o Club Social da Rive Droite.

Estes espaços estão destinados e são gratuítos e oferecem as seguintes prestações :
Escuta por profissionais de ajuda social ; uma orientação e parceiros sociais aptos a fornecer um apoio ; facilidades administrativas ; comida gratuíta ; acolho das crianças dentro de um local convivial.

Outros endereços também estão disponíveis :

Armée du Salut

 Bateau Genève

 Epicerie Caritas Planpalais

  Epicerie Caritas Servette

  Espace Solidaire Pâquis

  Fondation Colis du Coeur

 La Galerie

 Le Caré

  Le Jardin de Montbrillant

 Resto’scout.

Para aqueles que não têm o que vestir, a cidade doa roupas, nos seguintes lugares : Le Vestiaire e Vêt’shop.

Para aqueles que precisam de tomar um banho, lavar as roupas, cortar o cabelo, um podológo e curas para doenças, a cidade dispoẽ dos seguintes parceiros : Club Social Rive Gauche ; Consultation Ambulatoire Mobile de soins communautaire (CAMSCO) ; Le Caré ; Pont d’eau rive droite ; Le Vestiaire ; Vêt’ shop.

As pessoas que não dinheiro e nem assistência médica, têm a possibilidade de dispôr de um bom atendimento medical gratuíto na Unité d’urgences sociales (UMUS) e no CAMSCO.

E nos dias de inverno a cidade oferece alojamento noturno para os sem domicílio fixo, no Armée du Salut e l’Abri PC de Vollandes. Mas existem aquelas pessoas que não procuram ajuda, nestes casos, Genebra coloca em ação pessoas que trabalham no social que se mobilizam pelas ruas para encontrar os « sem abrigos » que correm risco de vida, nas baixas temperaturas e que podem morrer de frio. Eles realizam um trabalho muito importante, tentando convencer as pessoas a se dirigirem ao alojamentos de urgência, cuidando da saúde deles e mantendo contato.

Para aqueles que não tem um apartamento ou uma casa para morar, que estão em grande dificuldade financeira e com muitas dívidas, com problemas físicos e psicológicos e que vivem em péssimas condições familiares, a cidade oferece, alojamentos temporários.

Ainda não acabou, amigas e amigos leitores, a cultura é realmente importante e primordial em uma sociedade. Genebra oferece medidas de acesso para que a cultura possa preencher plenamente a sua função interativa, favorecendo o diálogo e as trocas de informação. Favorizar a integração pela cultura não tem dinheiro que pague, o acolho de pessoas de origens socioculturais múltiplas e as pessoas sofrendo de invalidez, consomem cultura em abundância no país do chocolate.

O calendário fixado pela cidade é gratuíto e disponível culturalmente, no verão temos :

Mai em Fanfarre

La ville est à vous

Fête de la Musique

Nuit de la Science

Musiques en êtê Festival

Le fureur de lire

 –Poésie en Ville

Doze dos grandes museus de Genebra abrem as suas portas gratuitamente no primeiro domingo de cada mês. As bibliotecas são abertas ao público, elas organizam durante o ano, atividades gratuítas tais como, contos, exposições, leituras e oficinas.

Além da meditação cultural e científica, dentro dos museus, bibliotecas e algumas instituições como o Grande Teatro, onde mediadores da ciência acompanham os visitantes e explicam os fenômenos naturais, artísticos e científicos.

Refletindo aqui com o meu « eu », fico pensando no meu país, longe demais de tudo isso, longe da verdadeira ajuda social e fico lembrando de todas as declarações contra a bolsa família, como se meia dúzia de ovos e um litro de óleo fossem deixar o país mais pobre e resolvesse os graves problemas dos desfavorecidos. Cresce Brasil !

Um país só será grande e progressista em todas as áreas da sociedade, se a riqueza do país for dividida entre os seus cidadãos.

Endereços úteis para a galera que necessita ajuda em Genebra :

Service social – accueil et réception
Rue Dancet 22
Tél.+41 22 418 47 00
Fax +41 22 418 47 01

Service Social Direction
Rue Dizerens, 25