A cidade de Calvin possui 40 % da sua população formada por estrangeiros, 180 nacionalidades convivem em harmonia.

Não é uma tarefa fácil para a municipalidade, a integração dessas pessoas é um ato de planejamento, assistência social e incentivo à interação com a cultura suíça.

O Conselho Administrativo de Genebra definiu seis metas no compromisso político em matéria de coesão social, da valorização da diversidade e da luta contra as discriminações.

A política em relação aos estrangeiros faz parte das leis estabelecidas nos direitos humanos. A cidade trata os seus habitantes igualmente, sem distinção quanto ao tempo de duração da estadia destas pessoas, reconhece os recursos e o dinamismo da diversidade linguística, étnica, cultural e nacional, elaborando uma identidade de valores comuns. A vontade política do conselho administrativo é a favor de uma Genebra dentro da pluralidade de sua população.

O projeto : « Genève sa guele » faz parte da política iniciada pela Agenda21, « Ville durable em 2014 », esse projeto deseja tornar visível e reconhecer a diversidade genebrina, através de fotos e coletando impressões de vida da sua população. O resultado constitui um portrait interessante e rico das expressões, do cotidiano e da vida da cidade.

geneve sa gueule 1050x788

Do dia 14 ao 29 de outubro de 2017, as imagens feitas pelo fotógrafo Niels Ackermann em conjunto com a agência fotográfica Lundi13, serão expostas no Musée Rath, ainda no programa, animações para as crianças e oficinas animadas por Thinks Tank Foraus.

Quem não gosta de viver em uma cidade cuja política de bem-estar é aplicada aos seus habitantes ? Independente de crença, origem, cultura e língua, nos proporcionando o bem viver dentro da união e da troca positiva de ideias e impressões.

Obrigada cidade de Genebra, por pensar e colocar em prática políticas de integração.

Por Miriam Rey