O brasileiro, professor, ilustrador e autor de histórias em quadrinhos Marcelo D’Salete ganhou, no dia 20 de julho, o Eisner Awards 2018 de melhor edição americana de material estrangeiro pela obra Cumbe (Run for it).

O prêmio é conhecido como o Oscar dos quadrinhos e é entregue todos os anos durante a Comic-Con de San Diego. A obra do brasileiro fala sobre a resistência do povo negro durante a escravidão, aborda conflitos, dramas, esperanças e sonhos dos escravos trazidos dos antigos reinos da Angola e do Congo.

38124087 10155484454501176 6698010801011163136 nNascido na zona leste da capital paulista, D’Salete sempre estudou em escola pública, fez artes plásticas na USP e cursou mestrado em história da arte.

O movimento do rap e o hip hop, ainda nos anos 80, foi um dos responsáveis por começar a sensibilizar o paulistano para as injustiças sociais e raciais, herança do período escravista.

Segundo D’Salete, as pesquisas para sua obra foram feitas em bibliotecas na USP (Universidade de São Paulo) e no Museu Afro Brasil. Assim, ele teve contato com obras importantes voltadas para o tema, documentos sobre a escravidão.

303387 4103567468726 956320418 nCumbe foi publicado também em Portugal, França, Áustria, Itália e EUA. A obra foi indicada ao HQMIX 2015 (categoria desenhista, roteirista e edição nacional); selecionado pelo Plano Ler + para leitura em escolas de Portugal e indicado ao prêmio Rudolph Dirks Award 2017 (categoria roteiro) na Alemanha.

984185 714417288595378 3579713233367760327 nParabéns D´Salete, mostrando ao mundo que arte e talento não têm raça !

Por Miriam Rey