Vernissage : 16 de setembro de 2014 às 18h em presença dos artistas.
                         Exposição : do 17 de setembro ao 9 de novembro de 2014.
                         Abertura de segunda a sexta-feira de 11h às 17h e com hora marcada.

Com o desejo de fazer dialogar a arte contemporânea brasileira e a européia, o espace_L
reuni os artistas Niura Bellavinha, Victoire Cathalan, Alyâa Ramel, Martin la Roche e ainda Nicolas Lieber, Gabriela Maciel e Ozi na exposição « Melting Pot » que acontecerá na galeria.

A exposição « Melting Pot » propõe-se a ser uma manifestação da diversidade, com a apresentação dentro de um mesmo espaço, de visões artísticas diferentes em relação as origens e as influências múltiplas. A abordagem é uma mistura de culturas onde a Cidade de Calvino tornou-se um reflexo.

Neste sentido a arte se apropria e cria o fenômeno de « Melting Pot », um conceito nascido do esforço pelo qual legados colidem e se misturam. Esta mescla visa proporcionar ao espectador uma nova expressão, reunindo obras de universos diferentes cheias de semelhanças e contrastes.

Esta combinação de obras sugerem uma filiação cultural onde as particularidades e influências artísticas vindas daqui e do exterior criam uma sutil metamorfose de gêneros.

De um lado nos aproximamos de um ambiente urbano que associa cores e desenhos em stencil, de outro lado uma reflexão plástica em volta das propriedades intrínsecas da natureza e mais adiante um trabalho da matéria e das formas.

O resultado sugere a exploração realizada pelos artistas, como uma visão própria de seus microcosmos, seus ambientes de origem que serão compartilhados e comparados com influências mais distantes.

Os artistas trabalham com materiais que em função dos rearranjos geram criações dotadas de uma intensidade particular. A exploração da cor que faz aumentar a singularidade intensa, profundamente marcada pelos ambientes vivos, festivos e coloridos ou o oposto, atmosferas limpas, trabalhos em preto e branco onde os contrastes acentuados interferem em certas obras, pinturas e fotografias.

Melting Pot reúne composições diversas e, por vezes, contraditórias. Um choque, uma reunião que levará ao compartilhar. Um lugar de encontro onde podemos nos identificar, encontrar um pedaço de sí, um espaço onde nos sentimos como em nossas casas.