Motivos

Motivações, fadas breves, leves do existir.

Encantam o rosto, bronzeiam o espírito.

Enquanto pessoas pensam, elas interagem em ciclos,
se colam nas horas, agem em ondas, surfam nos fatos,
assimilam a ação.

Assim motivadas, as energias renascem nas experiências vividas.
A conta dos anos se perde na avenida iluminada dos motivos.

Escurece e amanhece, todas as motivações prontas a entrar na próxima cena,
nuas fantasias, fantasias nuas.

Ela está em tudo e em qualquer canto.

Olho do olhar através, transcede a matéria.

Mergulha na descoberta do próximo passo,
do próximo ato.

Cantam o canto do experimentar.

Melodia do sentir intenso.

Os motivos são por vezes, nada orginais,
tão simples e fáceis de detectar.

E então o valor se fortalece, seja ele qual for.

Basta ser leveza transparente.

Vôo sem limite.

Coruja em plena noite.

Descobrir o segredo que se esconde em nós.

Abrir o canal que conduz.

E, pronto.

O porto seguro emerge, cheio de consciência amarela de sol.

De atitudes puras.

Pensamentos brancos.

Ela aparece, sedutora deusa,
as motivações…

Que nos fazem namorar a felicidade !

Por
Miriam Rey