A mídia escrita por Demóstenes Torres: a revanche dos adversarios.

Em 2009, a Revista Época, franquia das Organizações Globo, escolheu as 100 pessoas mais influentes do Brasil, na edição especial «Líderes & Reforamadores», entre eles não podía faltar Demóstenes Torres, o «ex- paladino da ética».

Assim o descreve o geógrafo, sociólogo e amante do show business Demétrio Magnoli : «Do mensalão petista aos atos secretos de Sarney, o Congresso amarga uma longa trajetória de desmoralização. Esse scenário deplorável tende a ocultar do público a atuação de figuras de diferentes partidos, que atestam o caráter insubstituível do parlamento. Uma das mais destacadas é o senador Demóstenes Torres (DEM-GO). Não é preciso concordar com tudo o que ele pensa ou faz para homenageá-lo. Demóstenes não é mais um comerciante o mercado em que se trafica influencia em troca de cargos ou privilégios».

Lee mas