Etiqueta: Igle Samara F. da Silva

O carrasco e o bandoleiro Parte 2: na “zona cinza” onde tudo é um quase só

O bandido e/o carrasco

No universo policiesco e criminológico, o termo “bandido” tarja e define o inimigo da sociedade, sem distingui-lo nas suas diversidades. Aos “bandidos” são atribuídas qualidades negativas que os desqualificam como pessoas humanas: a eles lhes incumbe uma áurea repleta de particularidades psicológicas, acentuando-lhes uma rara capacidade de destruição, de perversidade além de qualquer limite considerado “natural”. Eles fazem parte de um mundo sombrio no qual se penetra somente através de especiais artifícios; são provenientes de um submundo que provoca temor, contra o qual se busca combater com todas as armas e com extrema força.

Lee mas

O carrasco e o bandoleiro: na “zona cinza” onde tudo é um quase só

As analogias entre polícia e bandido representam um raciocínio que nos leva àquela expressão definida por Primo Levi (1986, p. 39 e segg.)[1] de “zona cinza”. Segundo o escritor, não existiriam realidades intermediárias entre vítimas e perseguidores: “é tão forte em nós, talvez por razões que provêm das nossas origens de animais sociais, a exigência de dividir o campo entre “nós” e “eles”, que este esquema, a bipartição amigo-inimigo, prevalece sobre todos os outros.

Lee mas

Facebook